sexta-feira, 15 de abril de 2016

GRIPE: UM MAL QUE AFETA CRIANÇAS E GESTANTES
Todos os anos, com a chegada do outono, enfrentamos oscilações de temperatura e baixa umidade relativa do ar. O ar mais seco aumenta a concentração de poluentes na atmosfera e as baixas temperaturas e poluição do ar aumentam os riscos de doenças respiratórias e cardiovasculares. As alterações climáticas desta estação nos predispõem a diversas doenças respiratórias, como resfriado, gripe, crise de asma, bronquite, sinusite e pneumonia. Os principais vilões são os vírus respiratórios que causam o resfriado e a gripe, sendo transmissíveis por gotículas respiratórias.

O Mega Blog do Bebe, preocupado com essa situação, vem através desta publicação alertar as queridas mamães sobre esta doença que afeta muitas pessoas e principalmente os nossas crianças e também as futuras mamães e os cuidados que devemos ter.

Gripe A (vírus H1N1)
A Gripe A é uma doença consequência de uma variante do vírus H1N1, a sua transmissão podem manifestar-se através do contacto com o animal e ou objetos contaminados. Esta nova estirpe propaga-se diretamente ou indiretamente através de objetos e do ar ambiente. Têm grande poder de mutação e contagio, por isso devemos ter muita atenção na sua prevenção.
Pode prevenir a doença lavando as mãos várias vezes ao dia, principalmente quando sair e entrar em casa, e quando estiver em contacto com outras pessoas. Não existe possibilidade de contaminação através da carne de porco se esta for cozida a 70º, pois a essa temperatura o vírus não sobrevive.
Sintomas da gripe Gripe A
Os sintomas são semelhantes a uma gripe comum: febre alta, cansaço, dores musculares, tosse, fadiga, pode  ocorrer também vômitos e diarreias.
Grupos de risco:
Este vírus da gripe A, tem infectado pessoas com idades entre os 20 e os 40 anos. No entanto os grupos de risco são:
Crianças com menos de 5 anos
O sistema imunitário atinge uma fase de maturidade a partir dos 5 anos, como tal as crianças menores de 2 anos são um grupo de risco acrescido..
Grávidas
As grávidas fazem parte do grupo de risco pois desconhece-se o efeito do vírus nestas pessoas, e como não podem tomar determinados medicamentos, devem ter atenções redobradas.
Diferenças entre a Gripe Comum e a Gripe A

A gripe A pode manifestar-se após 10 dias desde a contaminação, durante esses dias qualquer pessoa pode ser transmissora da doença sem saber inclusive que a tem. A sua recuperação ocorre 7 a 10 dias após se ter manifestado.


Nenhum comentário:

Postar um comentário