sexta-feira, 29 de julho de 2016

Quanto você deveria ganhar de peso na gravidez?
DURANTE A GESTAÇÃO, O GANHO DE PESO É INEVITÁVEL


segunda-feira, 4 de julho de 2016

Desenvolvimento do bebê semana a semana



 


Semana 1 – Ocorre a ovulação, e o óvulo está à espera de ser fecundado.
Semana 2 – O corpo prepara-se para receber o ovo.
Semana 3 – Ocorre a fecundação, e o óvulo transforma-se em ovo. Inicia-se a grande viagem do futuro bebé.
Semana 4 – O ovo é agora um embrião, e os órgãos começam a formar-se.
Semana 5 – Os órgãos formam-se a grande velocidade.
Semana 6 – O coração do bebé bate agora com força.
Semana 7 – O bebé começa a conseguiu ouvir.
Semana 8 – Nesta altura o embrião mede 2 cm.
Semana 9 – Nesta altura da gravidez, o embrião movimenta-se livremente na bolsa de água, tendo o tamanho de uma azeitona.
Semana 10 – O embrião passa a ser um feto, e com os órgãos quase definidos, está na altura de crescer e amadurecer.
Semana 11 – Geralmente, nesta semana os enjoos começam a desaparecer.
Semana 12 – O feto já tem unhas.
Semana 13 – O feto está em crescimento acelerado.
Semana 14 – O bebé já tem paladar. Nesta semana aparece a linha na barriga da grávida.
Semana 15 – Nesta semana, os órgãos sexuais do bebé já estão definidos.
Semana 16 – Os órgãos estão completamente definidos.
Semana 17 – O bebé começa a ter tamanho suficiente para que a mãe o sinta a mexer.
Semana 18 – A partir de agora, é mais fácil visualizar o sexo do bebé.
Semana 19 – Nesta fase começa a surgir celulite na grávida. O bebé desenvolve a inteligência.
Semana 20 – O bebé tem agora 16 cm. Na grávida, pode aparecer o colostro nos mamilos. Semana 21 – O bebé começa a ganhar impressões digitais.
Semana 22 – O rosto do bebé é agora mais definido.
Semana 23 – O bebé começa a conseguir mover os olhos, começando a treinar a visão.
Semana 24 – O bebé tem agora meio quilo, e começa agora a ganhar peso de forma mais rápida.
Semana 25 – Crescimento dos cabelos.
Semana 26 – Os pulmões estão em pleno funcionamento.
Semana 27 – O bebé já abre e fecha os olhos. Surgem com maior frequência os desejos na grávida.
Semana 28 – O bebé mexe-se muito e começa a ficar rechonchudo.
Semana 29 – O bebé posiciona-se com a cabeça junto ao útero.
Semana 30 – O bebé já percebe a diferença de luz.
Semana 31 – Ganho de peso a grande velocidade.
Semana 32 – A grávida sente o bebé a mexer-se com grande intensidade.
Semana 33 – O bebé tem agora 2 quilos.
Semana 34 – Os órgão estão prontos.
Semana 35 – O bebé já sabe mamar.
Semana 36 – O desenvolvimento consiste agora nos últimos aperfeiçoamentos.
Semana 37 – O bebé já pode nascer.
Semana 38 – O mecónio já está formado.
Semana 39 – As contrações podem começar a intensificar.
Semana 40 – As contrações são agora muito intensas, levando ao parto. Nascimento do bebé.

Mãe também precisa de atenção.




Remédio caseiro para azia na gravidez

A gravidez é um período lindo na vida de uma mulher. Contudo, tem também os seus inconvenientes. A azia é um desses pequenos problemas que aparecem durante a gravidez.
Durante a gravidez, devido ao facto do sangue ficar com níveis mais altos de progesterona, a digestão torna-se mais lenta, o que associado ao aumento de gases no estômago, provoca o refluxo do bolo alimentar.
Esse bolo alimentar, embebido com o ácido gástrico do estômago, volta a subir, provocando irritação e ardor no esófago e na garganta.

Como prevenir a azia na gravidez

Apesar de a grávida não poder controlar os seus níveis hormonais, pode no entanto ter alguns cuidados alimentares, evitando todos os alimentos que facilitam o aparecimento de azia. De seguida enumeramos alguns cuidados que a ajudarão a evitar o desconforto da azia na gravidez.

– comer pequenas quantidades de cada vez, mastigando tudo muito bem;
– evitar beber líquidos durante a refeição;
– evitar alimentos ácidos ou muito gordurosos;
– não usar roupas muito apertadas na zona do estômago;
– aumentar a ingestão de frutas pouco ácidas;
– não se deitar logo após as refeições;
– não fumar.

Remédio caseiro para azia

Existem diversos alimentos que têm propriedades que ajudam a combater ou a prevenir a azia. Quando a grávida tem um episódio de azia, a maçã sem casca é uma ótima forma de combater o desconforto, diminuindo a irritação e o ardor.
Quando estiver a sentir os sintomas da azia, coma uma maçã sem casca, que irá ajudar a empurrar o bolo alimentar embebido com o ácido gástrico de volta para o estômago.
Para prevenir o aparecimento da azia, pode optar por tomar o seguinte remédio caseiro, que também substituirá o pequeno-almoço.
Ingredientes:
– meio mamão;
– iogurte natural.
Como fazer
Corte o mamão em pedaços, e bata muito bem no liquidificador com o iogurte. Beba ao pequeno-almoço, acompanhado de uma torrada. Além de ser um remédio para a azia, é também um pequeno-almoço saudável

segunda-feira, 9 de maio de 2016

BANHO DOS BEBÊS NO INVERNO PEDE MAIS ATENÇÃO DAS MÃES.
Quando o inverno chega, a hora do banho é prorrogada até o último minuto. Sentimos frio só de pensar em se despir. E depois, com o banho terminado, não temos vontade de deixar o chuveiro por nada. O frio demanda uma preparação maior para o banho mesmo. Mas, se para os adultos é assim, imagine para os bebês. 
"O banho do bebê precisa ser um momento de segurança e prazer tanto para a criança como para a mãe. No frio, as mães precisam prestar mais atenção com relação a preparação do ambiente para não haver desconforto. Para evitar que a hora do banho seja um facilitador para que seu bebê tenha problemas típicos do inverno, como gripes e resfriados, preste atenção nas dicas a seguir: 
A hora do banho é a mãe que define de acordo com sua disponibilidade de horário. No entanto, alguns pontos precisam ser considerados. É importante que a criança não seja banhada depois de ter sido alimentada para evitar que ela fique enjoada ou com mal-estar. "Após a amamentação, a mãe deve esperar no mínimo duas horas para dar banho no bebê". Em dias de inverno, evite banhar a criança nos períodos da manhã e da noite, pois são os momentos de temperatura mais baixa e, portanto, o impacto da baixa temperatura no corpo da criança será maior. "O ideal é que o banho seja realizado no começo ou no meio da tarde".
Uma vez escolhida a hora do banho, a temperatura da água precisa ser muito bem ajustada. "Com o frio do inverno, as mães têm tendência de preparar a banheira com água superaquecida, porém, isso pode ressacar a pele do bebê. O ideal é manter a água morninha, levemente quente. Para saber se a água está morna, mergulhe na água a parte de dentro do antebraço. Como nessa região do corpo, a pele é mais fininha, você vai sentir se a temperatura estiver boa. Se a temperatura da água estiver mais quente que o ideal, a pele do bebê te dará os sinais, ficando vermelha. 
Outro ponto, que pode parecer meio estranho por causa de nossa cultura, mas que é muito viável, é que, nos dias muito frios, os bebês não precisam tomar banho diariamente. "A mãe pode optar pela higienização das dobras, com um algodão, sabonete e água morna. Esta higienização deve ser feita por etapas, tirando uma peça de roupa de cada vez e vestindo logo em seguida a peça nova, para evitar que o bebê fique em contato com a friagem." 
Deixar o lugar bem aquecido é fundamental para evitar que a criança leve um choque de ar frio, após a saída do banho. A especialista do Hospital São Paulo atenta para a necessidade de a mãe aquecer o ambiente em que a criança será higienizada ou vestida. "Fechar todas as portas e janelas é fundamental. Se a mãe tiver um aquecedor de ambiente deve usá-lo para esquentar o quarto (ou o banheiro). Deixá-lo dez minutos ligado antes do banho, já é suficiente para esquentar o ar".
Além disso, a mãe deve manter a roupa que a criança irá vestir por perto. "A roupinha não deve ficar no banheiro porque pode ficar úmida. Mas é bom que ela já esteja separada, para evitar que a criança não fique muito exposta. Quando o banho for finalizado, a mãe deve enrolar bem o bebê rapidamente na toalha (que deve ser macia) para colocar a roupinha."
_________________________________________________________________________

A Mega Loja do Bebê nossa loja virtual já enviou milhares  de kit berço e enxovais de bebê para todo Brasil. Procuramos proporcionar a nossos clientes segurança, tranquilidade e confiança nesse momento tão especial que é a escolha do enxoval do bebê. Nossa forma de trabalho é diferenciada, fazemos o máximo possível para que a sua experiência de compra em nossa loja virtual seja mais parecida como comprar em uma loja física. 

sexta-feira, 6 de maio de 2016


A Mega Loja do Bebê quer presentear você Mamãe.

VALE PRESENTE R$200,00 - SORTEIO DIA 09/05

Mamães é o seguinte sabemos o quanto o dia das mães é importante para cada uma de nós, mas acreditamos que o 1º dia das mães deve ser muito mais especial e marcante. Por isso queremos PRESENTEAR VOCÊ que é mamãe de primeira viagem com um VALE PRESENTE no valor de R$200,00.
Isso mesmo, para participar é fácil, basta curtir e compartilhar.
Vamos lá, quanto mais curtir e compartilhar mais chances de ganhar.
Fiquem ligados em nosso Facebook, postaremos aqui o vídeo do sorteio.

quinta-feira, 5 de maio de 2016

Uma mulher chamada Ana foi renovar sua carteira de motorista.

Pediram-lhe para informar qual era sua profissão.

Ela hesitou, sem saber como se classificar.

"O que eu pergunto é se tem algum trabalho", insistiu o funcionário.

"Claro que tenho um trabalho" exclamou Ana. "Sou mãe!"

"Nós não consideramos mãe um trabalho. Vou colocar dona de casa", disse o funcionário friamente.

Não voltei a lembrar-me desta história até o dia em que me encontrei em situação idêntica. 

A pessoa que me atendeu era obviamente uma funcionária de carreira, segura, eficiente, dona de um título sonante.

"Qual é a sua ocupação?" perguntou.

Não sei o que me fez dizer isto. As palavras simplesmente saltaram-me da boca para fora: 
"Sou Doutora em Desenvolvimento Infantil e em Relações Humanas."

A funcionária fez uma pausa, a caneta de tinta permanente a apontar pra o ar, e olhou-me como quem diz que não ouviu bem.

Eu repeti pausadamente, enfatizando as palavras mais significativas.

Então reparei, maravilhada, como ela ia escrevendo, com tinta preta, no questionário oficial.
"Posso perguntar" disse-me ela com novo interesse "o que faz exatamente?"

Calmamente, sem qualquer traço de agitação na voz, ouvi-me responder: "Desenvolvo um programa de longo prazo (qualquer mãe faz isso), em laboratório e no campo experimental (normalmente eu teria dito dentro e fora de casa).

Sou responsável por uma equipe (minha família), e já recebi quatro projetos (todas meninas).

Trabalho em regime de dedicação exclusiva (alguma mulher discorda?).

O grau de exigência é a nível de 14 horas por dia (para não dizer 24)"

Houve um crescente tom de respeito na voz da funcionária, que acabou de preencher o formulário, se levantou, e pessoalmente abriu-me a porta.

Quando cheguei em casa, com o título da minha carreira erguido, fui recebida pela minha equipe: uma com 13 anos, outra com 7 e outra com

Do andar de cima, pude ouvir meu novo experimento - um bebê de seis meses - testando uma nova tonalidade de voz.

Senti-me triunfante!

Maternidade... que carreira gloriosa!

Assim, as avós deviam ser chamadas Doutora-Sênior em Desenvolvimento Infantil e em Relações Humanas, as bisavós Doutora-Executiva-Sênior em Desenvolvimento Infantil e em Relações Humanas e as tias Doutora-Assistente.


Uma homenagem carinhosa a todas as mulheres, mães, esposas, amigas, companheiras, Doutoras na Arte de Fazer a Vida Melhor!
_________________________________________________________________________
Mamães e gestantes...sabe quando vocês rodam toda a internet procurando uma loja virtual que venda enxovais para  bebê bem baratinho e só encontra roupinhas muito caras? E quando a gestante deseja encontrar todo o enxoval para o bebê em um lugar só e não consegue achar essa bendita loja! Pensando nisso a Mega Loja do Bebê decidiu juntar tudo em um lugar só. Nossa loja 100% virtual vende para todo o Brasil sempre com o melhor preço e condições de parcelamento. Vendemos a linha completa de enxovais para bebê; kit berço, kit cama babá, cortinas, mosquiteiros, móveis e decoração para o quarto de bebê, além de macacões, bodys, conjuntos e muito mais. Tudo isso em tempo record.



quarta-feira, 4 de maio de 2016

SER MÃE É.
Nunca mais dormir até tarde; (e não ficar chateada com isso)
Levantar de madrugada para alimentar um bebê faminto; (e achar lindo aquele serzinho mamando)
Acordar assustada, com um choro estridente; (e ganhar um sorriso maravilhoso ao chegar ao berço)
Ficar com o coração partido com o furinho, para o exame do pezinho; (mesmo sabendo que é preciso)
Ficar com o coração ainda mais partido, cada vez de tomar uma vacina; (e saber que isso é para o bem dele)
Atender ao telefone e a pessoa do outro lado perguntar se o bebê está bem e nem lembrar de você, mesmo que essa pessoa seja sua própria mãe; (isso acontece todos os dias e você fica feliz, porque tem gente se preocupando com seu pequeno)
Trocar seu perfume preferido por uma boa golfada; (e não se importar com o cheiro de azedo) Ficar com a roupa, repleta de “bolinhas” por carregar o bebê no colo; (e se deciliar porque agora seus braços estão abraçando seu tesouro)
Ensinar o pequeno a engatinhar, mandar beijo e dar tchau; (e amar poder participar do desenvolvimento dele)
É dar a papinha pacientemente, e o bebê se lembrar de fazer um bruuuuuuuuuuu (famoso caminhão) quando está com a boquinha cheia; (e achar aquela meleca, engraçada)
É perder todo o seu espaço no porta malas do carro; (e adorar ter que montar e desmontar o enorme carrinho)
É gastar a maior parte do seu dinheiro com fraldas, papinhas, brinquedos e roupinhas novas; (e ficar feliz, sem se lembrar de comprar aquele sapato novo para você mesma)
É ter que sair para trabalhar e ficar com o coração apertado: (e saber que na volta você terá alguém sorrindo e feliz por sua chegada)
É saber que existe um amor muito maior do que qualquer coisa que você já sentiu; (amor incondicional, entre mãe e filho)
É ser anjo e leoa … Ser mãe é … Saber esperar o tempo de Deus (como isso é difícil de entender), saber que Ele NUNCA erra.
Saber que seu filho será preparado por Ele com todo amor e carinho e do jeitinho que você pediu (muitas vezes melhor do que você poderia imaginar).
É esperar por muitos anos para viver esses momentos e ver que cada segundo da espera valeu a pena.
Saber que é preciso ter fé, acreditar que um dia a felicidade completa chegará, e que você será plena e realizada.

Ser mãe é tudo de bom …

segunda-feira, 2 de maio de 2016

A ORIGEM DO DIA DAS MÃES
A mais antiga comemoração dos dias das mães é mitológica. Na Grécia antiga, a entrada da primavera era festejada em honra de Rhea, a Mãe dos Deuses.
O próximo registro está no início do século XVII, quando a Inglaterra começou a dedicar o quarto domingo da Quaresma às mães das operárias inglesas. Nesse dia, as trabalhadoras tinham folga para ficar em casa com as mães. Era chamado de "Mothering Day", fato que deu origem ao "mothering cake", um bolo para as mães que tornaria o dia ainda mais festivo.

Nos Estados Unidos, as primeiras sugestões em prol da criação de uma data para a celebração das mães foi dada em 1872 pela escritora Júlia Ward Howe, autora de "O Hino de Batalha da República".
Mas foi outra americana, Ana Jarvis, no Estado da Virgínia Ocidental, que iniciou a campanha para instituir o Dia das Mães. Em 1905 Ana, filha de pastores, perdeu sua mãe e entrou em grande depressão. Preocupadas com aquele sofrimento, algumas amigas tiveram a idéia de perpetuar a memória de sua mãe com uma festa. Ana quis que a festa fosse estendida a todas as mães, vivas ou mortas, com um dia em que todas as crianças se lembrassem e homenageassem suas mães. A idéia era fortalecer os laços familiares e o respeito pelos pais.
Durante três anos seguidos, Anna lutou para que fosse criado o Dia das Mães. A primeira celebração oficial aconteceu somente em 26 de abril de 1910, quando o governador de Virgínia Ocidental, William E. Glasscock, incorporou o Dia das Mães ao calendário de datas comemorativas daquele estado. Rapidamente, outros estados norte-americanos aderiram à comemoração.
Finalmente, em 1914, o então presidente dos Estados Unidos, Woodrow Wilson (1913-1921), unificou a celebração em todos os estados, estabelecendo que o Dia Nacional das Mães deveria ser comemorado sempre no segundo domingo de maio. A sugestão foi da própria Anna Jarvis. Em breve tempo, mais de 40 países adotaram a data.
No Brasil
O primeiro Dia das Mães brasileiro foi promovido pela Associação Cristã de Moços de Porto Alegre, no dia 12 de maio de 1918. Em 1932, o então presidente Getúlio Vargas oficializou a data no segundo domingo de maio. Em 1947, Dom Jaime de Barros Câmara, Cardeal-Arcebispo do Rio de Janeiro, determinou que essa data fizesse parte também no calendário oficial da Igreja Católica.
_________________________________________________________________________
Desde 2012 a Mega Loja do Bebe já enviou milhares de roupas de bebês e enxovais para todo Brasil. Nos dedicamos em vender roupas de bebê e enxovais com melhor preço da internet. A Mega Loja do Bebe é especializada em macacões, bodies, mijões, bolsas de maternidade, kit de berço e muito mais. Procuramos proporcionar a nossos clientes segurança, tranquilidade e confiança nesse momento tão especial que é a escolha do enxoval do bebê ou comprar as roupinhas que seu filho vai usar. Nossa forma de trabalho é diferenciada, fazemos o máximo possível para que a sua experiencia de compra em nossa loja virtual seja mais parecida como comprar em uma loja física.  
Nesta semana que antecede o dia da Mães a Mega Loja do Bebê está com várias promoções exclusiva,ente para as futuras Mamães, é só dar uma olhadinha em nosso site e conferir.

sexta-feira, 29 de abril de 2016

CUIDADOS COM OS BEBÊS NOS DIAS FRIOS.

O frio está chegando e nesta época, as mães de primeira viagem por medo ou receio, enchem seus bebes com muitos agasalhos para tentar aquecê-lo e protegê-lo do frio. Ao contrário do que se imagina, o excesso de roupas, mesmo no frio, pode atrapalhar a saúde do seu bebê.
O excesso de roupas na criança pode:
– Gerar um incomodo muito grande por não conseguirem se mexer direito;
– Aumentar o risco de transpiração e desidratação;
– Causar o aparecimento de brotoejas e outras alergias.
Importante saber:
– Os bebês pequenos, com menos de seis meses de idade, têm a pele mais fina e por isso devem ser agasalhados com uma peça a mais de roupa do que a de um adulto.
– As crianças maiores de seis meses devem usar a mesma quantidade de roupas que um adulto estiver usando nos dias de frio.
Em dias mais frios:
Independente da idade do bebê a dica é evitar sair de casa. O ar frio pode causar dor de garganta e ouvido.  Se for realmente inevitável sair de casa, luvas e gorros para os recém-nascidos são fundamentais. Peças de lã, justas ou com tecido sintético não são recomendadas pois podem causar alergias e incomodar a criança. Dê preferência às roupas de algodão, que não causam alergia e mantém a criança sequinha e aquecida.
A Hora do Banho:
Para evitar que a hora do banho seja motivo de desconforto ou de futuras gripes e resfriados, é fundamental você seguir algumas dicas:
– Procure dar banho no seu bebê durante o dia entre às 11h e 13h porque é o período do dia em que o ambiente fica mais quentinho. Evite banhar a criança à noite, pois nestes horários a temperatura fica mais baixa e o impacto no corpo da criança entre água do banho e ar ambiente será maior;
– Após a amamentação é necessário esperar no mínimo duas horas para o banho por imersão, senão ele pode ficar enjoado ou ter uma congestão;
– Se você perceber que o bebê estiver sonolento ou com as extremidades geladas e os lábios arroxeados, recomenda-se que o banho seja adiado ou evitado;
– A temperatura ideal da água é de morninha à levemente quente;
– Utilize apenas xampus e sabonetes específicos e em poucas quantidades pois a pele do bebê por ser ainda muito sensível, pode ficar irritada ou ressecada;
– Aqueça o ambiente onde você vai dar o banho para que a criança não tome um choque de ar frio após a saída do banho;
– Deixe a roupinha escolhida próxima do local do banho, assim você já seca o bebê e o veste rapidamente.
Vale lembrar que:
Nos dias mais frios, os bebês não precisam tomar banho por imersão. Você pode optar pela higienização das dobrinhas utilizando algodão, sabonete e água morna.
Esta higienização deve ser feita por etapas, isto é, a medida que você vai higienizando, você vai trocando as peças sem deixar o bebê completamente peladinho.
_________________________________________________________________________

O MOMENTO DE TER FILHOS É ÚNICO E ESPLENDOROSO, POR ISSO TRABALHAMOS APENAS COM PRODUTOS QUE VISAM CONFORTO E SEGURANÇA PARA SEU FILHO, QUE IRÁ PASSAR A FASE MAIS IMPORTANTE DO SEU DESENVOLVIMENTO, NÃO ESQUECENDO DOS PAIS TAMBÉM QUE PROCURAM PRATICIDADE PARA O DIA A DIA.


quinta-feira, 28 de abril de 2016

     Às vésperas do início de mais uma campanha nacional de vacinação contra a gripe, é tempo de as gestantes incluírem em sua rotina de cuidados uma ida ao posto de saúde mais próximo para se vacinar sem receio de possíveis problemas.
     "A princípio, a vacina era contraindicada porque se desconheciam os danos que poderia causar ao feto. Mas hoje o Ministério da Saúde, ciente de sua segurança, preconiza a aplicação". As grávidas fazem parte do grupo prioritário, que inclui as crianças maiores de seis meses e menores de dois anos, que recebem a vacina gratuitamente nos postos de saúde.
    Um estudo realizado em 2012 trouxe mais tranquilidade às mães e aos médicos. Pesquisadores da Clínica Wisconsin Marshfield, nos Estados Unidos, compararam 243 gestantes que sofreram aborto com outras 243 que não sofreram. No primeiro grupo, 38 mulheres haviam tomado a vacina quatro semanas antes de perderem seus bebes. No segundo, 31. Os números fizeram com que os pesquisadores concluíssem que a vacinação não foi fator de risco aumentado para os abortos.
     Os estudos têm demonstrado a segurança da vacinação em qualquer momento da gravidez. "De modo geral, evitamos indicar qualquer vacina no primeiro semestre de gestação. Isso porque os abortos espontâneos são mais comuns nesse período e pode ficar a impressão de que há alguma relação com a vacina".
      A vacina contra a gripe garante proteção não apenas para a gestante, mas também para o bebe logo após o nascimento. "Durante a gestação, há transferência de anticorpos maternos para o feto por meio da placenta. "Já foi comprovado que a vacinação da gestante é uma estratégia eficaz de proteção ao recém-nascido. Os estudos científicos demonstram um número menor de casos da doença em bebês de mães vacinadas.
    "Mas, no caso da vacina de gripe, como ela é especialmente importante durante o inverno, quando se concentra a maioria dos casos da doença, deve-se vacinar a gestante em qualquer fase. Essa recomendação é confirmada pelo informe técnico da campanha nacional de vacinação contra a gripe do Ministério da Saúde."
_________________________________________________________________________
SOBRE A MEGA LOJA DO BEBE
   Nosso site foi totalmente idealizado para que você tenha uma ótima experiência de compra, voltado à moda bebe e primeiros passos, foi criado com design contemporâneo, fácil navegação, fotos de alta qualidade, descrição detalhada e medida dos produtos.
     Com apenas alguns cliques, você pode comprar e receber no conforto e comodidade do seu lar ou outro local de sua preferência, os melhores produtos das melhores marcas para deixar o seu bebe ainda mais lindo, gostoso, seguro e confortável.

terça-feira, 26 de abril de 2016


A Mega Loja do Bebe é uma empresa que tem  como objetivo de atender todas as necessidades das mamães e bebes do Brasil. Queremos estar presentes desde o início da gestação até a primeira infância dos nossos bebes. Nossa equipe está 100% focada em tornar a sua experiência conosco a melhor possível, desde quando você busca um produto em nossa loja até o momento em que seu pedido chega até você. A Mega Loja do Bebe trabalha diariamente para oferecer a você as melhores marcas e os produtos mais desejados, buscando sempre os melhores preços. Empresa moderna e dinâmica afirma-se como uma das grandes distribuidoras de roupa de bebe, tendo sempre especial atenção à qualidade das malhas utilizadas na confecção de cada um dos seus artigos. O respeito pelas normas de segurança e higiene, a competitividade a nível de qualidade-preço e o cumprimento de prazos de entrega são aspectos sempre tidos em grande consideração. No fundo, pretende estabelecer e manter relações comerciais de confiança com cada um dos seus clientes.
A empresa  opera nacionalmente com a loja virtual MegaLoja do Bebe, onde é possível comprar com segurança, agilidade e comodidade. Com objetivo de oferecer ao seu cliente o máximo em qualidade, seja em atendimento, opções de mercadorias e preços, a Mega Loja do Bebe  convida você a ter uma experiência de compra conosco e se surpreender com os produtos e serviço para o enxoval do bebe.
Nosso site foi totalmente remodelado para que você tenha uma ótima experiência de compra, voltado à moda bebe e primeiros passos, foi criado com design contemporâneo, fácil navegação, fotos de alta qualidade, descrição detalhada dos produtos.
Com apenas alguns cliques, você pode comprar e receber no conforto e comodidade do seu lar ou outro local de sua preferência, os melhores produtos das melhores marcas para deixar o seu bebê ainda mais lindo, gostoso, seguro e confortável.

        CLIQUE AQUI E VISITE A NOSSA LOJA

segunda-feira, 25 de abril de 2016

COISAS QUE TODO PAI DE PRIMEIRA VIAGEM DEVE SABER
Muitas vezes, quando nos tornamos mães a gente esquece que o homem também se tornou pai e com isso também está sofrendo uma grande mudança em sua vida. Tudo bem, não é tanto quanto como acontece com a gente, mas é importante não esquecermos disso!! E para que eles saibam um pouco de como é que as coisas ficam depois que os pequenos chegam.

Coisas que todo pai de primeira viagem deve saber

-Nós não estamos deixando vocês de lado de propósito, mas no começo é tanta informação nova, que tudo que queremos é descobrir como cuidar dos nossos filhos da melhor forma.
-A gente não acha que vocês não cuidam bem dos bebês, mas a gente sabe que vocês podem demorar um pouco para pegar o jeito;
-Será uma felicidade ensinar vocês a dar banho ou trocar fraldas, por isso, demonstrem interesse em aprender!
-Sim, precisaremos de ajuda diversas vezes, com muitas coisas.
-Os bebês demoram um tempo para perceberem que podem confiar em outra pessoa que não só em nós, mães, por isso que no começo eles vão preferir ficar com a gente (não é falta de amor ou porque não gostam de vocês!).
-Não nos levem a mal quando a gente for meio grossa ou chorar sem motivo, já pensaram no tanto de hormônio que estão circulando por nossos corpos? A gente fica meio fora da casinha mesmo!
-Amamentar pode ser bem dolorido e difícil, por isso tenham paciência!
-Mesmo que vocês não saibam o que fazer, façam alguma coisa, assim a adaptação inicial não será tão difícil pra gente.
-Perguntem como podem ajudar, caso a ideia do que fazer não surja.
-Não, a gente não está com vontade de fazer sexo! Provavelmente que muito em breve isso vai mudar, mas agora tudo que a gente quer é cuidar do nosso bebê e tentar dormir!
-Se vocês sentirem que estamos distantes demais, nos dá um toque e nos ajude a retomar a vida conjugal novamente. A obrigação não é só nossa!
-Quando vocês fazem algo pelos bebês vocês não estão nos ajudando e sim sendo pais!
-Nós nos sentiremos muito orgulhosas de ver vocês tentando acertar com nossos filhos!
-Mesmo que a gente queira, ter vida social de novo vai demorar um tempo. Não forcem a barra!
-Sejam compreensivos!
-Nossa rotina vai virar uma bagunça depois que o bebê chegar, faz parte!
-Nem sempre a gente vai entender o que queremos ou precisamos, por isso lembrem do item 15 todas as vezes que estiver difícil nossa relação!



quarta-feira, 20 de abril de 2016

A Mega Loja do Bebe oferece aos seus clientes uma experiência única de compras não apenas por conta do seu atendimento personalizado, mas pelo fato de sempre buscar as melhores linhas de produtos e os lançamentos do mercado. Nossa filosofia de atendimento ao cliente é muito original, nós estamos empenhados em criar uma experiência de compra definitiva para aqueles que nos visitam.
Contar com a Mega Loja do Bebe para fazer o seu enxoval ou comprar produtos para os seus filhos é sinônimo de comodidade e segurança. Só assim você poderá ter absoluta certeza de que estará adquirindo o produto mais adequado para o seu bebê, mesmo ante a uma enormidade de modelos de quartos completos,  kit berços, jogos de lençol,  mosquiteiros, cortinas,roupinhas,etc , graças às orientações que lhe serão transmitidas pela nossa equipe de vendedores especializada é que você poderá ter certeza que estará escolhendo o que há de melhor e mais adequado para os seus filhos, o produto exato que se encaixa as suas necessidades e anseios.
Consciente da responsabilidade de quem faz produtos para bebês, a empresa não economiza investimento nos equipamentos de produção mais modernos e precisos, além de especializar os funcionários para a produção.
_________________________________________________________________________
Ninguém sabe exatamente o que fazer com os desejos durante a gravidez. Pode ser relacionada com todos os hormônios que são ativos durante a gravidez. Esses hormônios podem aumentar o seu sentido de cheiro, que pode afetar o seu sentido do paladar e fazer você querer certos alimentos.
Possíveis causas dos desejos na gravidez!
Enquanto alguns especialistas tentam vincular desejos com alterações hormonais que ocorrem durante a gravidez e ter um forte impacto sobre os sentidos do paladar e do olfato, outros especialistas, incluindo alguns nutricionistas acreditam que os desejos surgem a necessidade de compensar nutrição.
Assim, uma deficiência de vitamina B poderia justificar o desejo de comer chocolate, falta de beta-caroteno justificar um gosto para os pêssegos e a necessidade de proteína poderia estar relacionada com o desejo de comer carne vermelha. No entanto, estudos têm sido realizados sobre este assunto não encontrei muita desejos relação entre uma mulher grávida e que seu corpo precisa.
E embora existam algumas relações curiosas entre os desejos e fisiologia da gravidez, o que pode explicar por que muitas vezes anseiam algo doce para a mãe durante o início da manhã (a queda da glicose no sangue materno, quando a mãe e faz várias horas não comer e feto é alimentado continuamente) na seção nutricional não encontrar explicação para a rejeição a certos alimentos.
No nível psicológico, acredita-se que os desejos de grávida responder, em primeiro lugar, a uma maior necessidade de afeto da mulher para seu parceiro e, por outro, o desvio do sentimento de ansiedade sobre gravidez . O fato de que os alimentos que me parecem ser o “proibido”, como chocolate, também sugere uma causa psicológica.
No entanto, os estudos mostraram que as áreas do cérebro envolvidas no sabor são muito próximos daqueles que recebem impulsos nervosos originários do útero durante a gravidez e o ciclo menstrual. Todos estão localizados no quinto lóbulo do cérebro e terminações nervosas quando o útero enviar sinais para os receptores do cérebro, quando ativado, também ativado por proximidade, para os receptores gustativos sensações, causando ânsias.

segunda-feira, 18 de abril de 2016

SERÁ QUE O EXCESSO DE SONO É CULPA DO MEU BEBÊ?
    Um dos sintomas mais comuns da gravidez é um intenso e aparentemente inexplicável cansaço, que frequentemente vem acompanhado de sono excessivo. A gestante em seus primeiros meses de gravidez cansa-se por tudo e por nada e a cama parece sempre ser o local em que ela melhor se sente.

Mesmo as mulheres que historicamente sempre dormiram pouco, ou que eram cheias de energia, capazes de acumular múltiplas tarefas profissionais e esportivas, acabam sendo derrubadas pelo cansaço e pelo sono na gravidez. Às vezes, nem um capítulo inteiro da novela elas conseguem assistir sem cair no sono.  Para algumas mulheres, a palavra cansaço pode soar até como um eufemismo, pois o que elas realmente sentem é mais do que cansaço, é uma sensação de exaustão. As primeiras semanas de gestação podem ser terríveis para a futura mãe, pois além do cansaço e do sono, também são muito comuns as náuseas e os vômitos. Com o fim do primeiro trimestre, os sintomas tendem a desaparecer e a gestante volta a sentir-se bem. Porém, a fadiga volta no terceiro trimestre, momento em que o bebê já está bem grande e a grávida encontra-se, além do barrigão, com, pelo  menos, 10 a 12 quilos acima do seu peso habitual. Neste artigo vamos fazer um revisão sobre o cansaço e o sono que acometem as grávidas no primeiro e terceiro trimestres de gestação.
Quais São as Causas do Cansaço na Gravidez?
     O cansaço e o sono excessivo surgem no primeiro trimestre, não tendo, em um primeiro momento, nada a ver com o peso do feto ou com o tamanho da barriga. O cansaço e o sono têm origem nas alterações hormonais e fisiológicas que o corpo da mulher começa a sofrer já nas primeiras semanas de gestação. Entre os vários hormônios que se alteram na gravidez, a progesterona é o que se destaca mais. Ao longo da gestação, os níveis deste hormônio chegam a aumentar em mais de 500%. A progesterona é essencial para a manutenção da gravidez e para o desenvolvimento do feto, porém, ela provoca diversos efeitos colaterais, sendo a sensação de cansaço extremo e o sono excessivo um dos seus principais. Além da ação direta da progesterona no sistema nervoso central, o que provoca intenso sono na gravidez, várias alterações fisiológicas do organismo e do corpo da mulher, muitas delas também estimuladas pela própria progesterona, colaboram para o cansaço.
     A grávida nas primeiras semanas, além de desenvolver o feto, precisa gerar a placenta que irá nutrir o bebê ao longo da gravidez. Esse processo demanda muito gasto de energia, fazendo com que o organismo da mulher priorize o desenvolvimento da gravidez em detrimento às suas atividades do dia-a-dia. A demanda de oxigênio do corpo para manter uma gravidez chega a aumentar em 20%. Um dos efeitos da progesterona é estimular a área cerebral responsável pelo controle da respiração de forma a aumentar a frequência respiratória basal da gestante, compensando, assim, a maior necessidade de oxigênio do corpo.
A grávida, portanto, já respira de forma mais rápida que o habitual e usa parte do oxigênio inspirado para o desenvolvimento do feto e da placenta. Por isso, qualquer atividade física que demande um aumento ainda maior do consumo de oxigênio costuma ser tão mal tolerada, principalmente pelas mulheres que eram sedentárias antes da gravidez e têm uma capacidade cardiopulmonar abaixo da desejada.
O feto e a placenta também demandam sangue, e parte da circulação sanguínea é desviada para o novo ser em desenvolvimento. Além do desvio de sangue, os hormônios da gravidez também estimulam uma redução da pressão arterial, provocada por vasodilatação das artérias. Logo, na gestante, há uma pressão arterial mais baixa para irrigar uma área tecidual maior que a habitual. Além de tudo isso, a retenção de líquidos dilui o sangue, fazendo com que a grávida tenha uma anemia relativa, o que colabora ainda mais para o cansaço a para a intolerância aos esforços.
Melhora no 2º trimestre e retorno do cansaço no 3º trimestre
Ao final do primeiro trimestre, os níveis hormonais se estabilizam e a placenta já se encontra formada. O cansaço e o sono melhoram bastante. Muitas mulheres voltam a se sentir bem-dispostas. O segundo trimestre é conhecido como o “trimestre feliz”, pois todo aquele “desespero” das primeiras semanas costuma desaparecer.
Porém, infelizmente, o bem-estar dura pouco. Conforme o útero e a barriga começam a crescer, o peso do bebê, associado à compressão dos vasos sanguíneos da pelve e do abdômen e à restrição à movimentação do diagrama voltam a deixar a gestante fisicamente esgotada.
A gestante no terceiro trimestre é obrigada a carregar um excesso de peso. O bebê por si só pesa ao redor de 3 quilos. Só de água corporal e líquido aminótico são mais 6 a 8 quilos. Placenta e útero juntos pesam quase 2 quilos. Portanto, uma gestante, ao final da gravidez, é obrigada a carregar cerca de 12 quilos a mais do que estava acostumada a carregar meses antes. É muito ganho de peso em um intervalo muito curto, não havendo tempo para o corpo de adaptar. Além disso, a progesterona, sempre ela, também atua nos músculos, tendões, ligamentos e articulações do corpo, alterando o seu funcionamento normal, o que predispõe a gestante a dor e lesões ósteomusculares.
Além do cansaço, o sono volta a incomodar a grávida no terceiro trimestre, desta vez não somente por ação direta da progesterona no sistema nervoso central, mas porque o imenso útero impede que a gestante tenha uma boa noite de sono. Na fase final da gravidez, dormir de barriga para cima ou para baixo é impossível e desaconselhado. A grávida precisa passar a noite de lado e tem grande dificuldade de mudar de posição durante o sono.
Para piorar, a ação direta da progesterona e a compressão da bexiga pelo útero fazem com que a grávida precise urinar a toda hora. Algumas mulheres precisam levantar mais de uma vez durante a noite para fazer xixi, interrompendo o seu já difícil sono.
Portanto, além de todo o cansaço acumulado ao longo do dia pelo excesso de peso, pelas dores, pelo xixi frequente e pela dificuldade de respirar (devido a um útero gigante que comprime o diafragma), a grávida ainda tem dificuldade de repor suas energias durante o sono noturno.
Como atenuar o Cansaço na Gravidez?
Antes de mais nada é preciso entender que o sono e o cansaço da gravidez são, na verdade, uma forma do seu corpo lhe avisar que ele precisa de descanso e energia de sobra para desenvolver o bebê. O ponto mais importante é compreender e aceitar isso. As primeiras semanas de gravidez são mesmo para descansar ao máximo e evitar esforços desnecessários.
O sono e a exaustão duram pouca semanas e depois melhoram muito. Durante esse período, evite situações sociais ou profissionais que não sejam essenciais. Dê um descanso para o seu corpo.
O mais importante é dormir sempre que o corpo pede. Obviamente, por questões profissionais, nem sempre isso é possível. Infelizmente, vivemos em uma sociedade que pouco respeita os contratempos de uma gravidez. Se a grávida não tem um barrigão de final de gestação, é pouco provável que algum chefe vá permitir qualquer tipo de alteração nos horários ou na jornada de trabalho, por mais que a gravidez inicial esteja deixando a mulher exausta. De qualquer forma, converse com o seu chefe, veja se você consegue ao longo do dia um ou dois períodos de 15 a 20 minutos para não fazer nada e tentar tirar um cochilo. Pode parecer pouco, mas já ajuda muito.
Se não for possível dormir durante o dia, vá para a cama cedo à noite. Se você já tem filhos, peça ajuda ao marido ou a familiares. Entenda que você precisa dormir mais do que o que estava habituada antes da gravidez. A partir da 16ª semana de gravidez, dê preferência a dormir de lado, principalmente do lado esquerdo; você terá um sono mais agradável.
Evite longos períodos de jejum, pois estes podem piorar o cansaço e os enjoos, e procure se hidratar bem. Beba mais água durante o dia do que à noite para não sentir tanta vontade de urinar de madrugada. Evite bebidas que contenham cafeína, pois esta pode atrapalhar o seu sono.
Coma frutas, verduras, proteínas e carboidratos complexos. Evite alimentos gordurosos. Se você tiver anemia, reposição de ferro costuma ajudar.
Pratique atividades físicas leves, como caminhadas, Yoga ou natação. Por mais que você esteja cansada, leves atividades físicas ajudam a liberar endorfina e melhoram o seu condicionamento cardiorrespiratório, o que, ao longo dos dias, fará você se sentir muito melhor e menos cansada.